Coro SINESP Recebe - 5ª Edição

Ocorreu nesta quinta-feira, 9 de novembro, a 5ª edição do Coro SINESP Recebe. No evento, realizado no CFCL Benê do SINESP, o Coro do Sindicato dividiu a apresentação com o Coral de música armênia Vahakn Minassian e com os músicos Diego Lisboa e Herbert França.

Depois de uma pausa em virtude da Pandemia de Covid-19, o Coro SINESP Recebe voltou a acontecer e reuniu filiados e convidados para uma tarde em que a música foi a grande estrela. Coros e músicos fizeram apresentações inspiradas e encantaram o público presente no CFCL Benê do SINESP.

A Dirigente Sindical Maura Maria da Silva não escondeu a satisfação de poder retomar as apresentações do Coro SINESP depois da paralização forçada pela pandemia. No discurso de abertura do evento ela enalteceu o poder da música e deu as boas-vindas aos convidados.

CORO SINESP RECEBE

Na sequência, foi a vez de o Mastro Josué, regente do Coro SINESP, discursar sobre a importância da música na vida das pessoas como agente de transformação. Depois de uma fala bastante emotiva, ele apresentou a primeira atração.

Coral Vahakn Minassian

CORO SINESP RECEBE 3

Com a regência da jovem Ana Carolina Martins de Moura, o Coral Vahakn Minassian apresentou canções típicas da Armênia, país da região do Cáucaso, entre a Ásia e a Europa, que possui aproximadamente 3 milhões de habitantes e foi integrante da extinta União Soviética. Antes da música, a regente falou brevemente sobre a história do país, com destaque para a capital Yerevan, uma das cidades mais antigas do mundo, fundada há 2.805 anos.

A apresentação teve quatro canções típicas no idioma armênio e chegou ao ponto alto, com a participação do público cantando o refrão com palmas, durante a canção Sona Yar (Sonia Querida) que, com muita animação, exalta a força da mulher armênia.

CORO SINESP RECEBE 2

A regente Ana Carolina exaltou a capacidade de a música levar felicidade às pessoas e destacou a importância cultural da apresentação do Coral Vahakn Minassian no Coro SINESP Recebe: “Culturalmente, para a gente, é muito importante e especial, principalmente pela história do povo armênio, porque de certa forma essas apresentações nos ajudam a cultivar ainda mais essa cultura, a transmiti-la, porque ela não é conhecida.” Ana também destacou o poder transformador dessa importante expressão artística: “A música contribui para as gerações e também para as questões sociais”.

Herbert França

CORO SINESP RECEBE 5

Depois dessa emocionante apresentação, foi a vez de Herbert França hipnotizar a plateia com seu violino. Com canções que foram do erudito ao popular, da Ave Maria de Gounod a Sweet Child O’Mine do grupo de rock Guns N’ Roses, Herbert deixou a plateia em silêncio, extasiada com uma performance que só os grandes músicos são capazes de proporcionar.

CORO SINESP RECEBE 4

O músico celebrou a possibilidade de troca de experiências com o público e com outros colegas em eventos como o Coro SINESP Recebe: “É uma oportunidade tanto de quem está participando, quanto dos cantores, músicos e até da plateia vivenciar a cultura e é uma oportunidade de mostrar sua arte e também de apreciar”.

Coro SINESP

CORO SINESP RECEBE 7

Na sequência, como disse o Maestro Josué, foi a vez da prata da casa, o Coro SINESP. Com um repertório pautado pela música brasileira, as filiadas deram um show ao apresentarem canções de Dorival Caymmi, Adoniram Barbosa, Pixinguinha e Luiz Vieira. O ponto alto da apresentação foi a canção Trem das Onze, considerada uma das músicas-símbolo de São Paulo, acompanhada pelo público presente.

O maestro Josué falou sobre a importância da música na vida das filiadas que compõem o Coro SINESP: A música transforma a mente, amplia seu nível cultural, amplia seu arcabouço cultural, seu cabedal literário, a música te leva a estudar línguas, te leva a refinar o gosto, a estudar história, então a música é muito mais que “balacutum, balacutum, balacutum”.

CORO SINESP RECEBE 6

Josué contou como nasceu o Coro SINESP Recebe e elogiou a evolução do projeto: “A primeira edição foi uma grata surpresa, a segunda foi melhor, a terceira melhor ainda, a quarta melhor ainda.” Ele elogiou as filiadas e se mostrou muito satisfeito com a qualidade vocal das integrantes do coro, mesmo depois de uma pandemia que impossibilitou os ensaios presencialmente durante muito tempo.

Diego Lisboa

CORO SINESP RECEBE 9

Na semana de aniversário de criação do saxofone — o instrumento foi criado em novembro de 1840 na Bélgica e convencionou-se adotar o dia 6 desse mês como marco inicial dessa peça de sopro — coube ao saxofonista Diego Lisboa encerrar a tarde em grande estilo.

O músico surpreendeu ao abrir sua apresentação com a canção No Rancho Fundo, composta pelos brilhantes Ary Barroso e Lamartine Babo, imortalizada nas vozes de Chitãozinho e Xororó. A apresentação teve outros clássicos da música brasileira, uma canção icônica de John Lennon, Imagine, e foi encerrada com a plateia acompanhando o músico na canção Carinhoso, clássico composto por Pixinguinha e João de Barro (Braguinha).

CORO SINESP RECEBE 8

Apresentando-se com um saxofone alto, um saxofone tenor e uma flauta transversa, Diego refletiu sobre a importância de eventos como o Coro SINESP Recebe para a música: “É de fundamental importância a gente fazer esse trabalho que a gente está fazendo aqui hoje, de mostrar um instrumento com possibilidades de explicações e não simplesmente execução musical, tocar como se fosse um show, sem a parte da explicação, de onde vem o instrumento, como ele surgiu, como ele se inseriu no meio musical, seja nas orquestras, nas bandas de música, nos grupos de jazz”.

Emoção e profissionalismo marcam evento do SINESP

CORO SINESP RECEBE 10

A Dirigente do SINESP Maura Maria da Silva se mostrou bastante satisfeita com o evento realizado no CFCL Benê do SINESP e elogiou o alto nível dos coros e dos artistas que se apresentaram diante de uma plateia repleta de filiados: “O Coro Sinesp Recebe, em sua 5ª edição, emocionou a todos. Foi perfeito, música para a alma com profissionais reconhecidos internacionalmente. Apresentações emocionantes do Coro SINESP, onde foi possível notar que nossas coralistas se superam a cada apresentação, e do Coral Vahakn Minassian, que alegrou o público e trouxe conhecimento e curiosidades sobre a cultura Armênia. Os músicos convidados, Herbert França e Diego Lisboa deram um toque mágico ao evento”.

CORO SINESP RECEBE 11

Fique atento ao site e às redes sociais do SINESP para saber mais e participar das atividades oferecidas pelo CFCL Benê do SINESP!

0
0
0
s2sdefault