Aconteceu no SINESP
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

A prefeitura de São Paulo anunciou na quinta-feira, 07 de maio, uma forma mais restritiva de rodízio de veículos na cidade. A iniciativa, segundo o prefeito, visa a ampliar a participação da população no isolamento social, que está na faixa de 48%, enquanto o ideal para retardar a propagação do coronavírus seria 70%, conforme indica a experiência mundial.

A restrição valerá a partir de segunda, 11 de maio e, ainda segundo o prefeito, o lockdown “é uma das opções na mesa”, sem descartar a necessidade de adoção da quarentena mais severa.

Frente a esse reconhecimento pela prefeitura da gravidade da situação e da necessidade de ampliar o isolamento social, e das dificuldades que os Gestores Escolares encontrarão para se deslocar de suas residências às unidades escolares, o SINESP protocolou ofício na SME dia 07 de maio de 2020 exigindo:

●A IMEDIATA “suspensão dos plantões nas Unidades de Trabalho e CEUs da cidade paulistana”;

●QUE “todos os profissionais de educação (Gestores, Quadro de Apoio e Docentes) estejam em isolamento social e em teletrabalho, sem plantões diários nas Unidades de Trabalho e com acesso aos sistemas informatizados da PMSP”.

Clique aqui e confira o ofício enviado à SME

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

0
0
0
s2sdefault