Aconteceu no SINESP

Em defesa da categoria que esteve na greve contra o SAMPAPREV2 

Com início na manhã desta quinta-feira (09/12), ocorreu nova reunião entre as Entidades Sindicais e a Assessoria de Relações do Trabalho da Secretaria Executiva de Gestão da Prefeitura Municipal de São Paulo.


Houve unanimidade de propostas das Entidades que reivindicam que a folha salarial seja rodada nesta sexta-feira, sem o apontamento de descontos aos participantes do movimento contra o PLO 07/21 e a continuidade das negociações sobre reposição de dias de paralisação e greve.


O Governo Municipal insistiu em negativas, apontou viagem do Secretário de Gestão e impossibilidade de discussão antes da semana que vem, após os descontos. Surgiu até a Fake News de que a folha já estava rodada com as faltas, o que sabidamente ainda não aconteceu.


O SINESP afirmou que faz um mês que as Entidades Sindicais estão insistindo na negociação e que diferentes membros da Administração empurraram com a barriga até hoje e ainda afirmam inverdades, como dizer que a folha já está rodada.

Destacamos que, após a redemocratização do país, será o primeiro governo a colocar a pretensão de punir acima do direito das crianças e famílias de terem a reposição e que isso terá que ser denunciado às comunidades, com sérios prejuízos à imagem do governo às vésperas de ano eleitoral.

O representante do governo manteve-se calado.


Ao final ficou decidido que ele iria tentar confirmar os procedimentos com o escalão superior. Como não obteve resposta sobre mudança na posição do governo, de comportamento, a folha será rodada amanhã com os descontos que tenham sido apontados.


Se houver nova reunião na semana vindoura, será já com esse fato consumado.


Agora vamos lutar para estornar os descontos absurdos e contamos com os depósitos no fundo de greve (Clique aqui e confira como colaborar) para serem distribuídos entre os filiados.


A luta continua.

Adicionar comentário


0
0
0
s2sdefault