Sindicato fez apontamentos e cobranças importantes na audiência em que o Secretário Municipal de Educação estava presente

 

Na quarta-feira, 22 de novembro, foi realizada audiência pública para tratar do orçamento para o ano de 2024. Estavam representadas SME, SP Parcerias, Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, Secretaria Municipal da Fazenda e Tribunal de Contas do Município de São Paulo.

O diretor da SP Parcerias Guilherme Bueno de Camargo apresentou a carteira de serviços relacionados à educação feitos pela empresa. Dentre eles foram apresentadas as PPPs para cuidar da infraestrutura de escolas e de CEUs, 90 escolas da DRE São Mateus fazem parte desse projeto. Também foi anunciada a construção de 4 Mini-CEUS, a partir da implementação de equipamentos típicos de CEU em áreas que não são atendidas por nenhum CEU, a partir de PPPs. Atualmente o projeto se encontra suspenso no TCM.

A intervenção da SME feita pelo Secretário Municipal de Educação Fernando Padula citou alguns programas e iniciativas da SME sem entrar em detalhes. Em seguida apresentou a proposta de orçamento para 2024 da secretaria, que totaliza 22 bilhões de reais.

 Orcamento2024 2

Orcamento2024 1

Orcamento2024 3

 

Apontamentos e Cobrança do SINESP

A dirigente sindical do SINESP Rosa Maria esteve presente na audiência e fez uma importante intervenção. Foi cobrada a contratação de mais profissionais da educação por meio de concursos públicos, para suprir a demanda das unidades. A dirigente também cobrou o fim da terceirização e lembrou da importância de destinar a verba pública para a educação pública. Apontou a preocupação de inúmeros gestores com a implementação do Nova SP Integral e os riscos que essa medida pode trazer para inúmeros projetos pedagógicos da rede. Também denunciou as reformas repetidas enviadas pela SME às unidades, que ocasionaria gastos desnecessários dos recursos públicos..

Veja a fala na íntegra da representante do SINESP:

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

0
0
0
s2sdefault