Aconteceu no SINESP
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Em meio aos embates em defesa da Educação, o SINESP continua atuante em diversas frentes, em prol das lutas e princípios da categoria. Foi o que fez em Brasília no dia 20 de fevereiro de 2020, através de sua dirigente sindical e Vice-presidente do Conselho de Alimentação Escolar da Cidade de São Paulo - CAE SP - Marcia Simoes.

Márcia participou de reunião com a presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento Escolar - FNDE, Karine Silva, e o Presidente do Programa Nacional de Alimentação Escolar PNAE, Valmo Xavier da Silva. No encontro foi tratado sobre a Lei Municipal 16140/2015, que prevê a inserção de orgânicos na alimentação dos alunos da RME, e os desafios de sua real implementação.

FNDE Brasilia Fev 2020 2 

Por uma alimentação saudável na RME

A aquisição de alimentos orgânicos ou de base agroecológica deve ser realizada prioritariamente por meio de chamada pública de compra, em conformidade com a legislação federal e resoluções do FNDE.

Integrante do CAE SP, o SINESP defende a importância da temática de uma alimentação mais saudável para bebês e crianças, adolescentes e adultos estudantes da RME.

Nesse sentido, cobrou a importância da efetivação de normas que busquem alterar o sistema de compra, de forma a efetivar a compra dos alimentos, e que atinja toda a Rede municipal, além da ampliação dos recursos do PNAE. O FNDE tem destacado, em Brasília, a falta de recursos para o gerenciamento de seus programas.

O SINESP reafirma a importância do fortalecimento da alimentação escolar com recursos direcionados a sua manutenção, de forma a resguardar continuidade e ampliação de programas de atendimento a RME.

Outra defesa do Sindicato está no FUNDEB, que hoje é responsável por mais de 1/3 de todo o orçamento da Educação paulistana.

FNDE Brasilia Fev 2020 3

Adicionar comentário


0
0
0
s2sdefault