Saiu no Doc

DOC 09/12/2017 – P. 70

 

PLANO DE TRABALHO-METAS – 2017 SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

 

Unidade de Trabalho: DIRETORIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO BUTANTÃ

EH: 161079000000000

Gestor da Unidade de Trabalho: ANGELI MATIAS TEIXEIRA, RF: 690.809.8/1

 

1- Nome da Ação: EXPANSÃO DE VAGAS EM CEIs PARA CRIANÇAS DE 0 A 3 ANOS

Tipo de Ação: ( ) Projeto ( X ) Processo

Responsáveis pela Ação: Divisão de Administração e Finanças – Priscila de Carvalho Kovacs Conde – RF 808.556.1/1; Jussara Maciel Messias Rubin Cardoso – RF 710.696.3/3; Patricia Rozo Duarte – RF 744.899.6/1; Gilmara Soraya de Paula Iglesias Albuquerque – RF 839.295.1/1; Monica Cristina Borges de Carvalho – RF 813.697.1/3; Maria Cecília Salles da Cruz – RF 677.295.1/3.

Justificativa da Ação: O expressivo número de crianças cadastradas na região de Pinheiros e Butantã, aliada à necessidade de atendimento à referida demanda.

Publico Alvo: Crianças de 0 a 3 anos

Objetivo a ser atingido: Expandir o número de vagas nos Centros de Educação Infantil, para atendimento à demanda de crianças na faixa etária de 0 a 3 anos, nos diversos distritos do Butantã e de Pinheiros.

Cronograma (etapas e períodos de execução):

1. Estudo da necessidade de atendimento à demanda, de acordo com os bairro/subdistritos, visando priorizar as regiões que mais necessitam;

2. Visitas aos Centros de Educação Infantil, a fim de otimizar espaços educativos na perspectiva de expansão de atendimento às crianças de 0 a 3 anos;

3. Celebração de Novas Parcerias nos termos da Portaria SME, nº 4548 de 19 de maio de 2017 (Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil);

4. Análise das propostas de aditamento dos termos de Parcerias dos CEIs da rede indireta, com objetivo de ampliar o número de vagas oferecidas.

As ações descritas acima deverão ser desenvolvidas durante todo o ano.

Meta ou indicador a ser alcançado no final do ciclo de avaliação:

Abertura de 1.367 (4,6% de 30.000, meta de SME) novas vagas em Centros de Educação Infantil, através de novas parcerias e da otimização e ou ampliação de espaços já existentes.

 

2- Nome da Ação: FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFISSIONAIS

Tipo de Ação: ( ) Projeto ( X ) Processo

Responsáveis pela Ação: DIPED – Divisão Pedagógica – Diego Benjamim Neves - RF: 793.653.2/1; DICEU – Divisão dos CEUs e da Educação Integral – Roger Aparecido Silva de Oliveira - RF: 792.066.1/1.

Justificativa da Ação: Tendo em vista as especificidades do território da DRE Butantã e a premissa de que a formação continuada dos profissionais da educação, além de direito, é uma necessidade para garantir os processos de melhoria da práxis pedagógica, faz-se necessário o investimento em processos que se proponham a discutir e refletir sobre o trabalho pedagógico sério, ético, crítico e comprometido com a educação como direito humano e como caminho para emancipação dos sujeitos e o combate a estereótipos étnicorraciais, de gênero, faixa etária, origem, religião, sexualidades, de deficiência entre outros, por meio do currículo escolar que assegure os direitos de aprendizagem

a bebês, crianças, jovens e adultos.

Público Alvo: Profissionais da educação em exercício nas Unidades da Diretoria Regional de Educação Butantã, tais como docentes de todos os níveis e modalidades de ensino, equipe de apoio e gestores das unidades da administração direta, bem como profissionais das unidades do MOVA, CEI indiretos e estagiários dos programas Aprender sem Limites e Parceiros da Aprendizagem e Auxiliares de Vida Escolar.

Objetivo a ser atingido: Propiciar diferentes modalidades de ações formativas que visem a ressignificação das práticas pedagógicas por meio de metodologias diversas, desde os estudos teóricos aos debates, relatos de práticas e vivências éticas, estéticas e políticas.

Cronograma (etapas e períodos de execução):

1. Formação mensal e específica: aos gestores de educação infantil e ensino fundamental, sobretudo coordenadores pedagógicos; professores do atendimento educacional especializado, professores de recuperação paralela, professores orientadores de informática educativa, professores orientadores da sala de leitura; estagiários dos programas Aprender sem Limites e Parceiros da Aprendizagem.

2. Formação única aos auxiliares de vida escolar no período do recesso de julho.

3. Grupos de trabalho com características de estudo e pesquisa:

I. Gênero e sexualidades – de setembro a dezembro;

II. Mediação de conflitos – de agosto a novembro;

III. Étnicorracial - de março a dezembro.

4. Seminários:

I. 15 anos da transição dos CEIS: da Assistência à Educação: conquistas, desafios e perspectivas;

II. Reexistir e resistir: indígenas em contexto urbano;

III. Novembro negro: Afrobrasilidade: luta, resistência e reenraizamento (2 edições).

5. Cursos optativos de abril a dezembro:

I. O debate da inclusão através do cinema (6 turmas);

II. O currículo na perspectiva integradora: reflexões pedagógicas pelas lentes da sétima arte (turma única);

III. O direito à diversidade na perspectiva da educação inclusiva (2 turmas);

IV. Alfabetização matemática (2 turmas);

V. O ensino de ciências por investigação na prática docente: estratégias e concepções (3 turmas);

VI. A importância da leitura na formação de um leitor crítico (2 turmas);

VII. Alfabetização e letramento para além das letras (turma única);

VIII. Refletindo o ensino de poliedros no ensino fundamental (turma única);

IX. Educação e contemporaneidade: reflexões sobre a BNCC (turma única);

X. Trocando ideias sobre inclusão (turma única);

XI. O currículo que promove o enfrentamento à violência sexual contra a criança e o adolescente (turma única);

XII. LIBRAS: instrumentalizando o professor para o diálogo com o estudante surdo (turma única);

XIII. Recursos tecnológicos acessíveis (turma única);

XIV. Atendimento Educacional Especializado e as estratégias pedagógicas para educandos com deficiência múltipla (2 turmas);

XV. Sala de recursos multifuncionais e o Atendimento Educacional Especializado: ressignificando conceitos e práticas (turma única);

XVI. Migrantes e Refugiados: cidadãos do mundo (turma única);

XVII. Cultura corporal (2 turmas);

XVIII. Protagonismo infanto-juvenil (turma única);

XIX. Diários de itinerâncias como recurso para formação de professores em horários coletivos (turma única);

XX. A documentação pedagógica como construção de memória, autoria e reflexão sobre as práticas pedagógicas na educação infantil (turma única);

XXI. Alfabetização na perspectiva do letramento: os desafios da leitura e escrita no ciclo interdisciplinar e autoral (2 turmas);

XXII. Imprensa Jovem – Produção Jornalística (turma única);

XXIII. Os desafios da Gestão Escolar (2 turmas);

XXIV. Cuidar e Educar: Noções Básicas de cuidados para os alunos com Deficiência e Transtornos Globais do Desenvolvimento (turma única);

XXV. Lições Elementares de Iniciação ao Xadrez (2 turmas);

XXVI. Iniciação ao Jogo de Mancala Awele (2 turmas);

XXVII. Fundamentos do Xadrez (turma única);

XXVIII. A Teoria e Pratica dos Fundamentos do Xadrez (turma única);

XXIX. Jogo da Onça e Outras Brincadeiras Indigenas (turma única);

XXX. Potenciais Educativos do Território Urbano: Rumo À Cidade Educadora (turma única);

XXXI. Formação Inicial - Introdução A Educação Emocional - Programa Amigos do Zippy (turma única);

XXXII. Introdução A Educação Emocional - Programa Amigos do Zippy (2 turmas);

XXXIII. Programa de Prevenção de Acidentes Primeiros Socorros (4 turmas);

XXXIV. Como Trabalhar Répteis e Evolução no Ensino Fundamental (2 turmas);

XXXV. Ciclo de Palestras "Respeitar é Preciso" (turma única);

XXXVI. Curso Segurança Alimentar e Nutricional: Interface Saúde e Educação (turma única);

XXXVII. Formação Programa #TAMOJUNTO (turma única).

Metas (e indicadores) a serem alcançadas (ao final do ciclo de avaliação): Garantir a formação continuada a 2.800 educadores com participação satisfatória e produções condizentes às temáticas abordadas.

 

Acesse aqui o documento em pdf

0
0
0
s2sdefault