Aconteceu no SINESP
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

A ação dos Gestores Educacionais e quadro de apoio exige que a administração garanta as medidas de higiene e segurança imprescindíveis à preservação da integridade física, da saúde e da vida, além da testagem de todos servidores envolvidos nos plantões presencial!

O SINESP cobrou por ofícios da SME e de outros órgãos as medidas de higiene, proteção e segurança necessárias para garantir a as condições de trabalho adequadas e a preservação da saúde e da vida dos Gestores Educacionais e demais profissionais que estão nos plantões presenciais.

Essa exigência é óbvia frente à pandemia, e se torna ainda mais urgentes diante da decisão unilateral da Secretaria Municipal de Educação de entrega de cestas básicas do Governo do Estado através das Unidades Educacionais da Rede Municipal de Educação.

A distribuição de cestas básicas é necessária frente ao empobrecimento e às enormes dificuldades enfrentadas pela população, aumentadas nessa pandemia. E pode ser feita através da RME.

Mas para isso a Administração Municipal DEVE planejar e adotar todas as medidas que a tarefa exige, desde a logística, até a segurança e a proteção física dos trabalhadores, além das protetivas quanto ao perigo de contágio por coranavírus.

É absurdo a prefeitura proceder a distribuição das cestas como está fazendo, quando grande parte das unidades sequer receberam álcool gel e máscaras, estão sem vigilância e sem a plantão da GCM durante o dia e com um quadro restrito de trabalhadores.

Além disso, o problema de segurança é óbvio, uma vez que a quantidade de cestas é limitadas e não vai atingir todas as pessoas necessitadas nas comunidades. Como explicar a elas, se vierem às UEs questionar, o motivo para não terem sido contempladas? Isso não pode ser papel dos Gestores Educacionais.

Clique aqui e veja o Ofício encaminhado a SME sobre Segurança e EPI (ofícios semelhantes foram encaminhados às DRE)

oficio sme

Encaminhamento eletrônico dos ofícios

Imediata suspensão dos plantões presenciais

Essa é a reivindicação do SINESP para todas as Unidades de Trabalho e CEUs da cidade de São Paulo, inclusive em cumprimento ao princípio da razoabilidade da duração do processo, assegurado a todos, no âmbito judicial e administrativo, conforme escrito no inciso LXXVIII, do artigo 5º, da Constituição Federal.

Neste sentido, desde 4 de junho o SINESP cobra ação imediata da SME, das DREs, e das Secretarias Municipais de Gestão e Segurança Urbana para garantir:  

Cobrado da SME e DRE: Aquisição e fornecimento a todas as UEs por SME/DRE de EPI (máscaras, luvas, álcool gel, sabão etc) com urgência, a fim de resguardar a saúde e a vida dos Gestores Educacionais, bem como dos demais servidores e pessoas que compareçam às Unidades Educacionais..

Cobrado da SME e Secretaria de Segurança Urbana: Reforço de segurança das Unidades Educacionais e dos Gestores Educacionais, bem como dos demais servidores envolvidos nas distribuições das cestas básicas e possibilidade de riscos de conflitos ou invasões das Unidades Educacionais junto às empresas de vigilância terceirizadas, Guarda Civil Metropolitana e Polícia Militar do Estado de São Paulo.

Testagem Covid 19

Diante da continuidade dos plantões presenciais dos Gestores Educacionais e quadro de apoio em suas Unidades de Trabalho, que iniciaram em março, e da escalada da pandemia do Coronavírus, tem surgido diversos casos suspeitos e confirmados de contaminação de servidores em seus locais de trabalho.

O SINESP acompanha relatos de não atendimento das Unidades Básicas de Saúde e do Hospital do Servidor Público Municipal para testagem de servidores que estão atuando presencialmente em suas Unidades de Trabalho.

A Secretaria Municipal de Gestão é responsável pela Coordenadoria de Gestão de Saúde do Servidor – COGESS, onde são históricos os problemas de não atendimento adequado e da ausência de um programa efetivo de saúde do trabalhador.

Por isso o SINESP REQUER de imediato que a Secretarias Municipais de Gestão e Educação providenciem testagem de todos os trabalhadores (servidores e terceirizados) das Unidades de Trabalho.

Testagem Covid 19 Clique aqui e veja o Ofício encaminhado a SME 

Testagem Covid 19 Clique aqui e veja o Ofício encaminhado a SMG

 

 

Adicionar comentário


0
0
0
s2sdefault