Aconteceu no SINESP
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

O Professor Cortella participou do encontro virtual de formação promovido pelo SINESP na quinta, 20 de agosto, com o tema “Acúmulos de Responsabilidades: É possível ser feliz durante a pandemia?”.

Foi o segundo encontro do programa SINESP Formações, uma inovação do Sindicato voltada à formação do Gestor Educacional e da Sociedade com palestras, seminários e ciclos de debates em transmissões ao vivo pelo Youtube e Facebook, como forma de ampliar o espaço formativo dos cursos e atividades online do CFCL.

Acúmulos...

Os profissionais de Educação, sobretudo os Gestores Educacionais têm, nos últimos meses, enfrentado aumento de responsabilidades e desafios em seu trilhar profissional.

Demandas com prazos exíguos, falta de pessoal e de proteção à saúde, comunicação ineficiente da Secretaria Municipal de Educação com os profissionais que estão no atendimento direto à população, uso de novas tecnologias, entre outros, trazem novos e fortes impactos para a saúde laboral.

Há possibilidade efetiva de ser feliz nesse tempo, em meio a desafios jamais imaginados pelas gerações atuais, impostos pela pandemia e outras mazelas da organização da educação municipal e socioeconômica dominante?

Felicidades...

A partir dessas provocações, o Professor Mário Sérgio Cortella trouxe reflexões, interpretações, leituras da realidade, como cabe a um filósofo, adensadas pela sua trajetória pessoal e experiência na Educação e sua passagem pela Rede Municipal de Educação de São Paulo.

Para ele, o ser humano é capaz de persistir e resistir mesmo em meio à turbulência, com a continuidade do diálogo, trazendo essas perspectivas à tona, lembrando que felicidade não se ausenta nem está presente o tempo todo.

Os problemas não podem superar a capacidade de reação. Não é fazer o jogo do contente e se alienar do que acontece à nossa volta. Uma pessoa feliz o tempo todo é tola, mas as que escolhem ser amargas, estar assim de modo contínuo, fazem uma má escolha. Sempre há circunstâncias que fazem vibrar, lembrou Cortella, que devem ser abraçadas e vividas com toda intensidade.

Hoje (na quinta, 20/08), lembrou também, seria o aniversário de 131 anos de Cora Coralina, e trouxe uma das frases dela que mais gosta: “Todos estamos matriculados na escola da vida, onde o mestre é o tempo”.  É uma matrícula compulsória, aponta o professor. E a vida nos surpreende, nos deixa em estado de estupefação!, lembra Cortella.

O professor trouxe também uma frase do filósofo Ralph Emerson: “Torna-te necessário a alguém”. Quando a vida é compartilhada, disse ele, se percebe que o tempo não foi desperdiçado, que nossa vida não é descartável. Como docente, Cortella guarda a percepção de sempre ter sido capaz de se preocupar com a vida dos outros. E isso, estar na vida das pessoas e tornar-se necessário, é para ele fundamental para o ser feliz.

Nossa geração nunca tinha lidado com situação semelhante. Como sairemos? A partir dessa indagação, e da constatação de que os educadores estão com muitas responsabilidades acumuladas nas escolas, o que causa agonia e insegurança nas escolhas, Cortella considera que, no retorno, os conteúdos não serão o mais importante, e que a dificuldade será lidar com vários lutos, perdas de economia, emprego, convivência, situações que exigirão muito dos educadores. Teremos que lidar com essas cicatrizes de forma heroica, sinaliza.

Espero não chegar com vergonha de não ter sido solidário, não ter feito o que deveria, afirmou o professor. Lembrando a Divina Comédia de Dante Alighieri, enfatizou que o momento está longe de possibilitar o paraíso, mas isso não pode matar a esperança. A esperança fraturada, capenga ou exilada não deve fazer parte do nosso trabalho já que somos gestores e cuidamos da vida que chega, que exubera, sublinha.

Lógico que gostaríamos de fazer isso com estruturas mais completas, mas isso não vai nos fazer recuar dentro do que temos que fazer, salienta. O tempo todo não é possível ser feliz, mas sempre fazer o que tem que ser feito é parte da felicidade possível.

Infelizmente tivemos de tirar o vídeo do SINESP Formações com Mário Sérgio Cortella do ar por exigência do palestrante.

Comentários   

# Vânia Pio Brandão 21-08-2020 10:45
Muito importante as colocações do prof.° Cortella. Obrigada por compartilhar este momento conosco.
Responder | Responder com citação | Citar
# Jorginete Rezende 25-08-2020 10:27
Obrigada pelos esclarecimentos, muito interessante,p
Responder | Responder com citação | Citar

Adicionar comentário


0
0
0
s2sdefault