Aconteceu no SINESP
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

O SINESP reafirma a defesa a vida e retorno somente em 2021.

A Folha de São Paulo no dia 26 de setembro de 2020 publicou matéria impressa e em seu Portal que revela que 75% dos eleitores na cidade de São Paulo são contra a volta as aulas, segundo pesquisa do Datafolha. Os resultados são semelhantes tanto nas famílias com filhos na rede privada quanto na rede pública: a maioria não quer o retorno.

Estes dados confirmam o levantamento efetuado pelo Conselho dos Representantes de Conselho de Escola – CRECE Central, que representa os CRECE Regionais das 13 Diretorias Regionais de Educação, que revelou a contrariedade das famílias quanto ao retorno às atividades presenciais nas unidades educacionais da Rede Municipal de Educação.

O posicionamento do CRECE Central se fundamenta nas seguintes premissas:

✓ Cerca de 80% das famílias consultadas por centenas de escolas são contra o retorno às atividades presenciais neste ano;
✓ Aproximadamente 90% das famílias que responderam a enquete da Câmara Municipal também se posicionaram contrárias ao retorno em 2020 e somente sentem segurança com a existência de vacina.

O CRECE é um colegiado importante para a defesa dos instrumentos de participação escolar. Ele é uma ponte para configurar uma ação conjunta entre a Gestão das Escolas e os pais de alunos nesse momento crítico da pandemia, em que a discussão sobre a reabertura das escolas ganha os holofotes e assusta a todos os envolvidos com o ambiente escolar.

A Instrução Normativa 33/2020, publicada sábado no Diário Oficial da Cidade de São Paulo, dia 26 de setembro, aborda a possibilidade de uma volta facultativa com atividades complementares.

A Normativa não considera a realidade da Rede Municipal de Educação e a defesa da saúde e da vida, da comunidade e dos Profissionais de Educação. Mas ressalta a decisão soberana dos Conselhos de Escola.

 

>>> Leia matéria da Folha de S. Paulo que revela que 75% dos eleitores na cidade de São Paulo são contra volta às aulas, segundo Datafolha

Adicionar comentário


0
0
0
s2sdefault