Aconteceu no SINESP
0
0
0
s2sdefault

No 1° de Maio, Dia Internacional dos Trabalhadores, as Centrais CUT, Força, UGT, CTB, CSB, NCST, CGTB, Intersindical e Pública estarão unidas em torno de pautas urgentes para a classe trabalhadora, como a defesa e o respeito à vida, auxílio emergencial digno e emprego decente. A defesa das empresas públicas e a luta contra a reforma administrativa, proposta do governo que destrói os serviços públicos, também está na pauta!

●Veja AQUI a Nota das Centrais sobre o 1º de Maio.

Garantida a unidade de ação das direções, resolvidos os problemas logísticos e afastadas as eventuais dificuldades político-partidárias que a afetavam, a comemoração do Dia do Trabalhador afirma-se como a mais importante manifestação social em defesa da democracia, do emprego e da vacinação em massa, dando exemplo de solidariedade humana.

O eixo reivindicatório prioritário será, obviamente, o auxílio emergencial de 600 reais a todos os necessitados até o fim da pandemia.

O movimento sindical luta para que o Congresso Nacional discuta e vote a MP 1.039 que instituiu o auxílio merreca, o que não ocorrerá sem forte pressão da sociedade. Na confusão que grassa no mundo político de Brasília os dirigentes sindicais fizeram na terça-feira mais uma tentativa de convencer os líderes partidários dessa necessidade, em reunião presencial com eles.

Nas comemorações virtuais do 1º de Maio estão previstas as participações de personalidades políticas relevantes, com suas saudações gravadas, filmes institucionais que registram o incansável trabalho dos dirigentes em defesa da VIA, as palavras dos presidentes das centrais unidas e as vozes e imagens de ícones da música brasileira.

O grande esforço das direções sindicais merece apoio e serve de exemplo a todos que pretendem unificar o povo, dar-lhe esperança e exercer a solidariedade humana que merece sempre ter repetição.

Ato Online

Uma live com previsão de três horas de duração será a forma de manifestação desse do 1° de maio. Participarão os presidentes das Centrais, ex-presidentes da República além de parlamentares e lideranças partidárias, de movimentos sociais e de entidades sindicais internacionais.

A cantora, compositora e apresentadora Ellen Oléria comandará as apresentações artísticas com nomes como Elza Soares, Chico César, Tereza Cristina, Delacruz, Johnny Hooker, Marcelo Jeneci, Odair José, Aíla, Bia Ferreira e Doralyce, Fábio Assunção, Osmar Prado e outros.

●Com colaboração do Consultor Sindical João Guilherme Vargas Neto

1 Maio Ato

Adicionar comentário


0
0
0
s2sdefault