Aconteceu no SINESP
0
0
0
s2sdefault

Os Coordenadores Pedagógicos, Diretores e Supervisores recém-ingressos na carreira que participaram do curso "Pra início de Conversa", oferecido pelo SINESP no mês de maio, acessaram uma oportunidade única de contato com as tarefas e desafios do dia a dia do trabalho de Gestão nas escolas da RME.

O curso foi organizado pelo Sindicato pela sexta vez, estruturado e apresentados por profissionais experientes na Rede e estudiosos da gestão escolar com o objetivo de trazer os temas recorrentes do cotidiano das Unidades Educacionais.

Este ano, devido aos limites impostos pela pandemia, o curso foi por videoconferência e aberto também para não filiados, os quais o SINESP convida para reforçar o instrumento de luta, a organização e a mobilização da categoria, filiando-se.

A Diretora de Escola e Diretora de Eventos Educacionais do SINESP, Rosana Capputi Borges, responsável pela organização do curso, sustenta que ele "é essencial, uma vez que a SME não promove uma preparação adequada para o início dos novos Gestores em suas atividades. Mas mesmo que promovesse, o curso organizado e oferecido pelo SINESP continuaria necessário, pois só do Sindicato pode vir um acolhimento fraterno, uma visão abrangente da realidade da carreira, e não simplesmente da política da gestão do momento, e a apresentação dos desafios do cargo por profissionais experientes no que fazer nas escolas, estudiosos das diversas formas de entender os projetos pedagógicos, as políticas públicas e a legislação que rege a educação, e por isso capazes de apresentar uma visão crítica, complexa e de fato formativa."

Papel decisivo

Sair da docência e assumir a gestão escolar é um passo importante na carreira profissional do educador. Um passo que o leva além da função docente, assumindo papel ativo na elaboração, criação e aplicação do Projeto Político Pedagógico, na conexão entre as políticas públicas, o chão concreto da escola, a estruturação das unidades, a gestão das verbas e relações de trabalho e com a comunidade escolar.

Daí vem a dimensão das dificuldades, da amplitude e da importância do cargo assumido. Os resultados do trabalho aparecem no dia a dia da escola, na atuação dos professores, na resposta dos alunos e na satisfação das famílias, num retorno quase direto, verificável no cotidiano das Unidades Escolares.

Atuar para construir a escola em que cada um acredita, pela qual a categoria luta organizadamente através do Sindicato, uma escola pública com qualidade e excelência, é um grande motivador para a organização do curso.

Para gestar essa escola possível, o papel dos Gestores é fundamental. É nele que o SINESP aposta. Por isso se dedica a esse esforço de formação inicial, procurando proporcionar um início consciente no cargo, a par dos desafios que estão colocados para construir uma gestão democrática e desenvolver o papel social da escola no contexto de uma sociedade democrática.

Esse trabalho será mais efetivo, quanto mais o PPP for encarado como o resultado de um processo pensado e elaborado coletivamente. Só assim é possível que toda a comunidade escolar se reconheça nele e se coloque como parte da missão e dos valores da escola. Nesse contexto estão os conceitos e as práticas da gestão democrática enquanto compartilhamento de responsabilidades entre todos os atores desse grande espetáculo que é a educação pública.

Com a palavra, os docentes do curso Pra Início de Conversa 2021:

Elizabete Baptista de Godoy - Coordenadora Pedagógica aposentada

Esse curso inicial é fundamental porque na escola, a gestão é responsável pela formação docente e de todos que nela trabalham. Cuidar da formação dos formadores é prioridade quando a qualidade da educação pública é um princípio.

Um curso inicial tem como objetivo acolher pessoas, incentivar a formação continuada, abrir espaço para reflexão conjunta e desenvolver o sentimento de autoconfiança diante do importante papel neste novo momento de vida profissional, colocando-se o formador como parceiro deste grupo nessa caminhada.

Por isso procurei passar a importância do papel dos gestores em escola pública e democrática. Que mudar é difícil, mas não é impossível, para isso, precisamos acreditar e valorizar todos que nela trabalham e usufruem.

Maria de Lourdes Teixeira - Coordenadora Pedagógica

Um curso de formação inicial contribui para um primeiro contato, mesmo que indireto, com as experiências das ações/atribuições do gestor. As reflexões partilhadas trazem possibilidades na construção de uma atuação democrática, múltipla e diversa, buscando ampliar os olhares e as escutas tão necessários àqueles que adentram as fronteiras da gestão escolar.

Por isso apresentei uma reflexão sobre a formação continuada, numa narrativa de viabilidades no percurso da coordenação pedagógica, em que as marcas do humano e da riqueza de seus aspectos singulares e complementares atribuam sentidos e respondam aos porquês dos “fazeres” do cotidiano escolar. 

Marilene Sales de Melo - Coordenadora Pedagógica

O curso para gestores ingressantes possibilita colocar o foco, desde o início da carreira, na própria formação, ampliando os próprios repertórios, o que com certeza será relevante para o planejamento dos processos formativos da unidade em que os gestores atuam.

Dentro do conteúdo apresentado, destaco o quanto é relevante conhecer bem o Projeto Político Pedagógico, as identidades e singularidades de cada unidade educacional e de cada território em que se atua. A partir da identificação das potencialidades e fragilidades se pode pensar em diálogos e reflexões que gerem ajustes, encaminhamentos e intervenções de forma a construir conjuntamente as transformações desejadas.

Christian de Mello Sznick - Diretor de Escola e Diretor de Imprensa do SINESP

O Gestor, ao acessar um cargo efetivo, tem o desafio de ter um olhar para além da sala de aula, voltado ao coletivo e à articulação da Unidade Educacional e sua comunidade. Durante a formação sobre verbas busquei trazer vivências e práticas decorridas do tempo como Assistente e Diretor de Escola por mais de uma DRE dentro do cotidiano da Educação Infantil e do Ensino Fundamental. 

Ana Maria de Jesus Câmara Vilas - Supervisora de Escola aposentada

Pra início de Conversa aborda de forma prática e dinâmica as agruras e desafios do novo cargo, quase como uma conversa ao “pé do ouvido”, feito com todo o carinho por pessoas que já viveram essa experiência e tem um longo caminho trilhado na carreira pública como gestor na Secretaria Municipal de Educação de São Paulo, compartilhando suas experiências, dando dicas de organização de trabalho e de atuação em diversas situações, afinal conhecimento é bom e tem que ser compartilhado com quem está iniciando.

Procurei mostrar o universo que é a escola, como território de produção de conhecimento e respeito, trabalhando os princípios e a complexa legislação de SME, com sua aplicação direta e na prática do dia-a-dia, nos diferentes tipos de unidades educacionais da RME, alertando sobre a necessidade continua de estudo e de formação de equipes de trabalho e no fortalecimento da equipe gestora da Unidade Escolar.

Ana Maria Dünkel Bonalumi - Supervisora de Escola aposentada – Diretora de Organização Sindical do SINESP

A grande relevância de uma formação como essa é ofertar conhecimentos e ferramentas específicas do trabalho do gestor, com a abordagem de outros gestores que conhecem profundamente seu trabalho.

Com fundamentação teórica e legal, o novo gestor é formado por outro gestor mais experiente que tem visão crítica de sua atuação profissional.

Nesse sentido, minha abordagem buscou fortalecer a função do Diretor de Escola e do Supervisor Escolar como liderança no exercício profissional a fim de desenvolver políticas públicas educacionais comprometidas com as aprendizagens e com a qualidade do Ensino Municipal.

Trabalhamos fundamentação que evidenciou o papel de agente de políticas públicas protagonista da política educacional de Estado.

Paulo Sílvio Ferreira - Diretor de Escola

O curso Pra Início de Conversa oferecido pelo SINESP possibilita a ampliação do conhecimento das diversas dimensões da Gestão Educacional, abrindo novos horizontes e perspectivas para o gestor que inicia sua carreira como Gestor. Olhar o todo, compreendê-lo na sua grandeza e complexidade, possibilita uma ação consciente, mais eficaz e efetiva na gestão do cotidiano, o que aumenta as possibilidades de acerto na tomada de decisão.

No entanto, para a tomada de decisões diárias, que exigem rapidez, lucidez e segurança nos atos administrativos, torna-se imprescindível o conhecimento do arcabouço legal que envolvem tais atos, especialmente quando eles impactam e alteram a vida de todos os envolvidos no processo de ensino- aprendizagem. Nosso conteúdo priorizou o conhecimento, por parte dos gestores, dos atos administrativos e de sua legalidade.

Luciana Bergonzini Manso Torres - Supervisora de Escola

O curso "Para início de conversa" tem grande relevância para os gestores que acabam de acessar novos cargos na gestão,  pois busca apresentar um panorama sobre a gestão democrática e participativa na perspectiva teórica e prática à luz da legislação vigente.

No módulo que aborda a dimensão do cotidiano na Gestão Escolar, buscamos explicitar as demandas que envolvem a prática de uma gestão democrática com vistas ao planejamento e construção de ações coletivas, bem como apresentar possibilidades de estratégias de ação que ocorrem no cotidiano escolar das nossas unidades da Rede Municipal.

Sílvio Guarde - Supervisor de Escola aposentado

O curso “Pra início de conversa” é extremamente significativo, pois, acolhe os profissionais e, de certo modo, é única possibilidade destes novos gestores terem seus primeiros contatos com experiências e saberes relacionados ao novo cargo que ocuparão.

Além de compartilhar minhas experiências acerca de alguns fazeres da Supervisão, procuro oferecer, também, uma concepção de Supervisão (parceira da escola), para que os novos profissionais construam, eles próprios, suas concepções e seus modos de atuar no novo cargo.

 

PraInicioConversa2021 Site1

Adicionar comentário


0
0
0
s2sdefault