Aconteceu no SINESP

O SINESP e demais Entidades do Fórum descobriram a reunião, organizada às escondidas pelo governo, através da agenda pública e foram à prefeitura participar, uma vez que o assunto dizia respeito aos direitos e reivindicações dos Servidores Públicos, mas foram impedidos, assim como os vereadores de oposição que estavam junto!

Apenas dois dias depois da representante da Secretaria de Gestão dizer às Entidades que o governo ainda não tinha respostas às reivindicações da categoria nem propostas a apresentar, é realizada essa absurda e perigosa reunião escondida da categoria.

Em outras ocasiões, encontros como esse resultaram em profundos ataques aos direitos dos trabalhadores. No atual, o prefeito e seus secretários de Gestão e Casa Civil mostraram a vereadores da base aliada ao governo partes de uma suposta proposta que pretendem apresentar à categoria, mesmo sem ter apresentado e negociado absolutamente nada oficialmente com as entidades do Fórum.

Veja AQUI a nota do Fórum das Entidades sobre a reunião.

A parte da proposta que vazou não contempla os aposentados, pois não saiu nenhuma linha sobre RGA (Reajuste Geral Anual). Há indícios também de que ela teria subsídio para o magistério, artifício que o SINESP sempre combateu e continua contrário, pois representa a retirada de direitos como evolução funcional, promoção, quinquênio e sexta-parte.

Os Dirigentes do SINESP suspeitam que a ideia do governo é acabar com o piso do magistério, o que acabaria também com a possibilidade de superar os reajustes de 0,01% que vem assombrando os servidores municipais há mais de 20 anos.

É inadmissível que os mandatários da capital mais rica do país não tenham respeito, consideração, respostas e propostas decentes para discutir com os Servidores Púbicos Municipais. As Entidades Sindicais estão há dois meses tentando negociar e até agora o governo sequer dialogou dignamente com os representantes categoria.

Por isso o SINESP reforça o chamado à participação massiva de ativos e aposentados na manifestação convocada para 9 de junho, às 14h, em frente à prefeitura.  Vamos juntos fortalecer a campanha salarial, cobrar decência do prefeito e respostas às nossas reivindicações!

► Por 45,14% já! Não aceitamos mais o 0,01% que tem empobrecido toda a categoria

►Exigimos uma proposta decente no dia 9 de junho!

Reivindicações da categoria:

●Reposição salarial de 45,14% referente às perdas inflacionárias.

●Fim das terceirizações, privatizações e concessões.

●Concurso público e nomeação imediata dos concursos vigentes.

●Revogação do confisco de 14% sobre a parte dos proventos de inativos que ultrapasse o valor do Salário Mínimo – Sampaprev 2.

●Retomada imediata da mesa de negociação central e das mesas setoriais e bilaterais de negociação.

●Garantia de Revisão Geral Anual plena.

●Extensão aos aposentados de benefícios, abonos, bonificações e prêmios recebidos pelos servidores na ativa.

●Reajuste dos vales alimentação e refeição.

●Revogação das permissões aprovadas na Emenda 41 à LOM (Sampaprev 2) quanto a aumento de alíquotas extraordinárias, aumento de idades mínimas, redução de aposentadorias e pensões, bem como a segregação de massas.

Comentários   

# Lienete Garbim Bonifácio 04-06-2022 11:41
Tb lutar para o aumento dos aposentados sem paridade que não vê aumento a muito tempo. É a inflação está comendo o nosso salário.
Responder | Responder com citação | Citar
# SINESP 06-06-2022 09:55
Oi, Lienete! Essa é uma das lutas abraçadas pelo SINESP e estará na pauta do grande ato que faremos no próximo dia 9 de junho (quinta-feira), às 14h, em frente à prefeitura de São Paulo juntamente com o Fórum das Entidades. É muito importante a participação de todos, ativos e aposentados.
Responder | Responder com citação | Citar
# Cilene Alvares Correa Petramali 04-06-2022 16:44
Estarei na prefeitura no dia9
Responder | Responder com citação | Citar
# SINESP 06-06-2022 10:09
Que bom, Cilene! Encontramos você lá! É muito, muito importante a união da categoria nesse momento em que o funcionalismo público, especialmente da educação, está sob ataque!
Responder | Responder com citação | Citar
# Domingos Razzano Filho 06-06-2022 10:13
Estou preocupado com a ameaça do fim da Carreira do Magistério . Como ficaria a situação dos aposentados ?
Responder | Responder com citação | Citar
# SINESP 06-06-2022 10:22
Bom dia, Domingos. O que se sabe é o que está no texto, pois a apresentação do governo foi restrita à sua base aliada. Diante disso, é importante que a categoria se mobilize e compareça em peso ao ato do dia 9 de junho, às 14h, em frente à prefeitura de São Paulo, no Viaduto do Chá.
Responder | Responder com citação | Citar
# Leila Alonso Munhoz 08-06-2022 17:51
Pagar já ! Estou com 66 anos tenho problemas de desgaste devido minha profissão e necessito receber em vida
Responder | Responder com citação | Citar
# SINESP 09-06-2022 09:57
Bom dia, Leila! O SINESP está na luta para garantir os direitos dos Gestores. Mais, está na luta com o Fórum das Entidades para garantir os direitos do Funcionalismo Público. Hoje, às 14h, em frente à prefeitura de São Paulo estaremos em um grande ato, lutando pela garantia de nossos direitos!
Responder | Responder com citação | Citar
# Leila Alonso Munhoz 08-06-2022 17:56
necessito dos predatórios e tudo que tiver direito pois tenho doença degenerativa por causa da profissão
Responder | Responder com citação | Citar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

0
0
0
s2sdefault