Na quarta-feira, 3 de julho, os representantes do SINESP estiveram em diversos gabinetes e em Comissões da Câmara dos Deputados solicitando apoio ao PLP 143/20, ao qual está apensado o PLP 21/23, que prevê o descongelamento do tempo de serviço na pandemia para contagem de direitos como sexta-parte e quinquênio.

O SINESP desembarcou em Brasília para mais uma etapa na luta pelo PLP 143/20. Dez Dirigentes Sindicais e 24 Conselheiros concentraram seus esforços nas dependências da Câmara dos Deputados.

Participaram das reuniões de quatro importantes comissões legislativas: Educação, Constituição e Justiça, Trabalho, e Finanças e Tributação. Nessas Comissões, nos gabinetes, nos corredores e até no restaurante realizaram intensa ação de diálogo e convencimento com os parlamentares e os líderes de bancada. Explicaram, argumentaram e solicitaram apoio ao Requerimento de Inclusão na pauta da Câmara do PLP 143/20. Também solicitaram que os deputados assinem o requerimento como coautores, para dar mais força ao pedido de tramitação e à aprovação desse projeto que corrije uma enorme injustiça cometida contra os Servidores Públicos no período de Pandemia. 

Um dia para ampliar a luta

O Dirigentes e Conselheiros do SINESP formaram grupos para visitar os gabinetes do anexo IV da Câmara do Deputados. No caminho, abordaram inúmeros legisladores e assessores para fazer pressão em busca de apoio ao PL do descongelamento.

Nas conversas explicaram que o PLP já passou por todas as comissões e que já pode ir a plenário, mas que o Presidente da Câmara só colocará o projeto na ordem do dia quando for garantido que ele será aprovado. Para isso é Importante que diferentes parlamentares e líderes de bancada façam o pedido.

Com 34 representantes atuando juntos, a ação do SINESP foi exitosa e impactante.

Algumas dezenas de parlamentares foram abordados diretamente e praticamente todos os gabinetes foram visitados. Neles foi entregue uma carta do SINESP explicando detalhadamente a situação dos gestores educacionais do município de São Paulo e como o congelamento os afetou.

Também entregaram uma análise financeira mostrando que o projeto não terá impacto financeiro e tem caráter autorizatório aos estados e municípios, além de um material da Deputada Professora Luciene Cavalcante (PSOL/SP) com código para acessar a assinatura de coautoria para o requerimento

O SINESP segue firme nessa luta até que o descongelamento seja aprovado!

Filiado, seu apoio nessa luta é determinante para alcançarmos a vitória.

Clique AQUI para enviar mensagem para os deputados por São Paulo e, preferencialmente, para todos os demais, solicitando apoio ao PLP 143/20.

Brasília04-07-29.jpg

Brasília04-07-1.jpgBrasília04-07-2.jpgBrasília04-07-3.jpgBrasília04-07-4.jpgBrasília04-07-5.jpgBrasília04-07-6.jpgBrasília04-07-7.jpgBrasília04-07-8.jpgBrasília04-07-9.jpgBrasília04-07-10.jpgBrasília04-07-11.jpgBrasília04-07-12.jpgBrasília04-07-13.jpgBrasília04-07-14.jpgBrasília04-07-15.jpgBrasília04-07-16.jpgBrasília04-07-17.jpgBrasília04-07-18.jpgBrasília04-07-19.jpgBrasília04-07-20.jpgBrasília04-07-21.jpgBrasília04-07-22.jpgBrasília04-07-23.jpgBrasília04-07-24.jpgBrasília04-07-25.jpgBrasília04-07-26.jpgBrasília04-07-27.jpgBrasília04-07-28.jpg

0
0
0
s2sdefault