Aconteceu no SINESP
0
0
0
s2sdefault

Diretoria do Sindicato enviou moção de repúdio, denunciou e solicitou medidas às Comissões de Ética e de Direitos Humanos da Câmara contra as atitudes do vereador na Capela do Socorro.

MiltonLeiteNa assembleia do SINESP realizada no dia 20 de março, filiados relataram conflito ocorrido na Capela do Socorro, no dia anterior, que revoltou a todos.

O Presidente da Câmara, Vereador Milton Leite, tentou impedir uma caminhada de servidores e moradores que se dirigiam aos escritórios políticos de três vereadores da região: ele próprio, Ricardo Nunes e Goulart.

Acompanhado de cerca de 50 supostos assessores, na verdade violentos guarda-costas, intimidou e ameaçou os manifestantes com a clara intenção de calar a categoria.

A ação antidemocrática e beligerante do Vereador Milton Leite, atual presidente da Câmara Municipal de São Paulo, foi considerada por todas indigna de detentor de cargo público e representante da sociedade civil, repudiada como afronta ao Estado Democrático de Direito e quebra de decoro parlamentar.

Nesse sentido o SINESP, em nome dos Gestores Educacionais, enviou moção de repudio e solicitou medidas imediatas por parte da Comissão de Ética e da Comissão Extraordinária Permanente dos Direitos Humanos e Cidadania da Câmara Municipal de São Paulo.

Adicionar comentário


0
0
0
s2sdefault