Aconteceu no SINESP
0
0
0
s2sdefault

Nessa quinta, às 8h30, dirigentes do SINESP e filiados da região se reuniram em frente ao IPREM para protestar e  exigir a retirada do PL 621/16.

População apoia e manifesta-se a favor dos servidores públicos municipais!

SINESP enfatiza a luta diante dos homens de Dória!

AtoIPREM 22 3 18 1

A manhã de quinta feira dia 22 de março de 2018 já começou agitada. A Diretoria do SINESP e a categoria esteve diante da sede do IPREM na Zona Norte para relembrar os malefícios do Projeto de lei 621 / 16 que destrói a previdência municipal.

Na manhã desta quinta feira estava marcada a Reunião do Conselho do IPREM. Luiz Carlos Ghilardi Presidente do SINESP e Rosalina Rocha de Miranda, Diretora Financeira do SINESP, são Conselheiros eleitos no IPREM e estavam presentes para levar a voz dos profissionais aposentados e da Educação.

Enquanto do lado de fora a categoria se manifestava, protestava e exigia exigir a retirada do PL 621/16, que entre AtoIMPRE 22 3 18 2outros absurdos desmonta os Conselhos do IPREM e cria 56 cargos comissionados para o prefeito distribuir entre seus aliados, pagos com nossas contribuições para destruir nossa aposentadoria e jogar a categoria na previdência privada.

A Vice Presidente Maria Benedita de Castro de Andrade, a Benê, e os Dirigentes Sindicais Christian Silva Martins de Mello Sznick, Rosana Capputi Borges, Marilza Gomes da Gama e Silva, Janete Silva de Oliveira e Lídice Neyde da Silva Astrini e os filiados do SINESP informavam a população dos malefícios do projeto da Administração Dória, da falta de díalogo, da truculência na Câmara Municipal e de todos os demais projetos da prefeitura que trazem prejuízos a população.

AtoIPREM 22 3 18 3A manifestação ocorria enquanto os representantes do Governo chegavam para a Reunião com olhares atentos a manifestação muito aplaudida pela população que passava em sua rotina cotidiana

Diversos diretores sindicais manifestaram suas falas juntamente com os filiados do SINESP. Benê ressaltou o prejuízo a administração do IPREM com a entrada de cargos comissionados de confiança, a desvalorização dos profissionais atuais do Instituto e a desconsideração da Administração Dória com uma instituição de quase 110 anos de existência. Ressaltou sobre a política de privatização até mesmo de cemitérios municipais.

Representante do Governo falta à reunião do IPREM

AtoIPREM 22 3 18 6

Nesta reunião o Conselheiro do IPREM e Presidente do SINESP, Luiz Carlos Ghilardi, denunciou problemas na Declaração de Família (este ano realizada somente online), como: acesso muito lento, utilização do CPF como único documento aceito para os dependentes, apontando também a necessidade de prorrogação do prazo. O indicativo do governo é de prorrogação do prazo somente para o seguimento de aposentados. No entanto deve-se aguardar a referida publicação.

Foi também apresentado os balancetes do ano de 2017 do IPREM. Foi questionado pelo Conselheiro e Presidente Luiz o  correto repasse da Prefeitura para o IPREM das contribuições dos servidores. Em declaração o Superintendente Fernando Rodrigues afirmou categoricamente que não existe o atraso no repasse das contribuições dos servidores. Iremos continuar acompanhando e pressionando.

Sobre o PL 621/16 na pauta o Superintendente em nenhum momento abordou o tema.

Claudio Costa, ex Secretario Adjunto da Gestão, Conselheiro no IPREM pelo governo e um dos autores do texto do Projeto de alteração da Previdência Municipal faltou à reunião.  

Aula pública... A luta continua

AtoIPREM 22 3 18 4Em seqüência ao ato do IPREM, o SINESP integrou a aula pública na EMEF Rodrigues Alves no Bairro do Tucuruvi. Com muita poesia e o som das ruas crianças, profissionais de educação, gestores educacionais e a população foram brindadas também com momentos de reflexão e esclarecimentos sobre os atos na Prefeitura contra os Servidores Públicos.

A Dirigente Sindical Rosana expôs a todos a luta dos servidores públicos municipais agradecendo ao apoio popular recebido. Estiveram juntos ainda as Dirigentes Sindicais Marilza Gomes da Gama e Silva, Janete Silva de Oliveira e Lídice Neyde da Silva Astrini.

AtoIPREM 22 3 18 5 

Adicionar comentário


0
0
0
s2sdefault