Nossas Escolas, Nossos Gestores
0
0
0
s2sdefault

O Dia do Índio de 2021 é um dia triste, em que comunidades indígenas contam mortos pela Covid-19, com notificações oficiais de mais de 600 falecimentos de indígenas desde o começo da pandemia em 2020, sendo que entidades apontam que esse número é no mínimo o dobro. Como se não bastase, o avanço do desmatamento, com aval de um governo que quer ver passar a boiada, e conflitos com garimpeiros, madeireiros, grileiros e invasores fazem a situação ficar ainda mais desesperadora para as comunidades indígenas.

Ás véspera da Cúpula do Clima, fica cada vez mais evidente o desrespeito e a irresponsabilidade do governo federal com a questão ambiental e de controle da pandemia, que já matou mais de 373 mil pessoas no Brasil, 12,28% do totall de mortos no mundo todo -  sendo que representamos apenas 2,7% da população mundial.

A queixa-crime impetrada pelo então superintendente da Polícia Federal do Amazonas Alexandre Saraiva - que foi substituído logo após - contra o ministro do Meio Ambiente mostra o quão dramática é a situação no norte do país, com a conivência de um governo movido explicitamente por interesses escusos e que cada vez mais ganha os holofotes internacionais pelo escândalo que representa.


SAIBA MAIS:

>>> Brasil já registra mais de mil mortes de indígenas por Covid-19, aponta entidade

>>> Casa Branca pede 'comprometimento claro' do Brasil para acabar com desmatamento ilegal

>>> Acusação contra Salles provoca demissão na PF no Amazonas

Adicionar comentário


0
0
0
s2sdefault