Aconteceu no SINESP
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

O Secretário Bruno Caetano, presente na audiência, não esclareceu diversos pontos cobrados pelos participantes

A Comissão de Educação, Cultura e Esportes realizou audiência pública nesta terça, 7 de julho, e trouxe a participação dos Sindicatos e entidades relacionados à Rede Municipal de Educação, além do Secretário Municipal de Educação Bruno Caetano e do médico sanitarista Gonzalo Vecina Neto, ex-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA e ex-Secretário Municipal de Saúde.

Sobre o questionamento do retorno das aulas presenciais, Vecina afirmou que não existe distanciamento escolar. Na Coreia, o que se mostrou foram crianças sem movimentar-se nas carteiras. Aqui, as crianças serão sempre crianças e movimentar-se é inerente à natureza delas. Não existe esterilização e barreira de desinfecção. Além de não ser totalmente eficaz, agride a saúde das pessoas.

Como profissional de saúde, Vecina complementou que não reabriria as escolas:

Existe um prejuízo e risco de desigualdades educacionais, mas o reabrir é aumentar o número de mortes. Flexibilizar não mudará educacionalmente os resultados, mas ampliará o risco de casos de contaminação das famílias.

O Presidente do SINESP, Luiz Carlos Ghilardi, destacou que a saúde mental é um tema importante que tem transparecido nas reuniões e atendimentos realizados pelo SINESP e percebe-se que as pessoas estão visivelmente abaladas e prejudicadas sob um olhar da pessoa como um todo.

Vecina, em atenção à pergunta do SINESP, respondeu que concorda que temos um problema grave de saúde mental. As pessoas não aguentam mais ficar quarentenadas, sendo uma discussão a ser feita com a sociedade: Sair é arriscar a ser contaminado. O Estado deveria ampliar a testagem pelo teste molecular RT-PCR, alerta Vecina, para isolar os testados positivos. Existe uma grande parte de pessoas positivadas com o vírus andando pelas ruas de maneira irresponsável.

>>> Confira no vídeo abaixo a participação do presidente do SINESP, Luiz Ghilardi, na Audiência Pública desta terça, 7 de julho de 2020

>>> Clique e confira o vídeo completo da Audiência Pública

Na audiência, Secretário retoma os mesmos pontos já apresentados aos sindicatos na sexta-feira, dia 3 de julho, em reunião da SME com o SINESP.

Clique aqui e confira a matéria da reunião de SME com o SINESP e demais Sindicatos

Bruno Caetano disse, na audiência pública, que a SME está com planejamento com base para um eventual retorno após o aval da Saúde. Afirmou também que o orçamento da Educação precisará ser complementado com aportes do orçamento geral da cidade devido aos novos gastos com a pandemia, sendo isso já dialogado com o Secretário da Fazenda.

O Secretário assinalou ainda que serão mantidos e honrados os salários, repasses de contratos atuais. Na audiência, Bruno Caetano trouxe novamente as mesmas informações que já havia passado na reunião com os Sindicatos em que apontou o Programa de Alimentação Escolar, sondagem dos alunos e revisão dos contratos, e ressaltou que o planejamento da SME é de que os conteúdos de 2020 serão retomados em 2021 e não haverá reprovação dos alunos no ano atual.  

Bruno Caetano apontou que, tendo a autorização das demais secretarias, será feita chamada dos concursos atuais e contratações de profissionais de educação para a retomada das atividades presenciais.

Com o teto da reunião atingido, as entidades não puderam se expressar junto ao Secretário, causando críticas e pedido de nova reunião.

Retomada da Audiência e Escuta da Rede

O Presidente da Comissão de Educação, Cultura e Esportes declarou que a audiência será retomada na próxima terça feira, dia 14 de julho, e o Secretário já se comprometeu a novamente estar presente.

O Secretário Municipal de Educação informou que nesta sexta feira, 10 de julho, começam os diálogos pelas Diretorias Regionais de Educação.

O SINESP cobra uma escuta efetiva e que sejam consideradas as especificidades da rede, cada unidade e seus territórios educativos.

O tema da retomada das aulas será debatido no SINESP Diálogos, dia 10 de julho, sexta-feira, às 18h30, pelos canais do Youtube e Facebook do SINESP com a presença de Gestores Educacionais e da Doutora em Microbiologia Natália Pasternak. (Confira aqui)

Adicionar comentário


0
0
0
s2sdefault