Aconteceu no SINESP
0
0
0
s2sdefault

Nos dias 14, 15 e 16 de setembro, o SINESP esteve presente em Brasília no Seminário “ADVOCACY E POLÍTICAS PÚBLICAS PARA LGBTI+” promovido pela “Aliança Nacional LGBTI+”, com o objetivo principal de contribuir para o enfrentamento às vulnerabilidades individuais, sociais e programáticas da população LGBTI+ / pessoas vivendo com HIV (PVHIV) através de ações de advocacy focadas na promoção da efetivação da garantia de seus direitos humanos.

A participação do SINESP no primeiro evento presencial da Aliança Nacional em tempos de pandemia, ratifica o compromisso firmado e ratificado nos congressos da categoria para o Enfrentamento à Violência LGBTfóbica e faz o chamado para foortalecer o “Pacto Nacional LGBTI”, com ações de prevenção e enfrentamento de violações dos direitos humanos da população LGBTI+ no Brasil e em especial nesse contexto da pandemia da COVID-19. 

"Os gestores educacionais têm um papel fundamental na garantia dos direitos dos estudantes, em especial daqueles que apresentam qualquer tipo de vulnerabilidade, e nesse contexto estar atento as condições de saúde mental e bullying vivenciados por nossos estudantes LGBTQIA+ no âmbito do cotidiano escolar", assinala Getúlio Marcio Soares, Supervisor Escolar e Vice Diretor de Políticas Sociais do SINESP, presente em Brasília. Ele assinala que isso é essencial para que essa população não vivencie um cotidiano escolar de sofrimento que muitas vezes termina na sua exclusão escolar.

"Orientar o corpo docente e servidores nesse atendimento fará toda diferença no cotidiano desses estudantes que pedem socorro em silêncio, especialmente nesse período de pandemia, onde crianças e jovens LGBTs vivenciaram período longo de sofrimento oriundo de uma reclusão domiciliar sem espaço de convivências com seus iguais e sem o apoio da escola que tem um papel importante na acolhida de suas angústias e apoio diante dos preconceitos e violências vivenciados por esses estudantes tanto no contexto social como no ambiente escolar", Getúlio Marcio Soares, vice-diretor de Políticas Sociais do SINESP.

getulioBSBLGBT

O SINESP sempre esteve a frente na defesa dos Direitos Humanos e especificamente no combate ao preconceito e violência à população LGBTQIA+, ratificado em seus princípios e lutas congressuais. Atuar em diferentes áreas e junto à associações de defesa dessa população como a ALIANÇA NACIONAL LGBTI+, participando de eventos como o seminário “ADVOCAY E POLÍTICAS PUBLICAS PARA LGBTI+” explicita que nossas ações vão muito além da formação de nossos gestores para tratar o tema e se insere numa prática de ADVOCACY pelos direitos e DENÚNCIA de toda violência vivenciada por essa população no país que ainda é o que mais mata LGBTs no mundo.

Carta da Diversidade

As ações de advocacy no Congresso Nacional culminaram com a entrega da “CARTA DA DIVERSIDADE”, assinada por inúmeros parlamentares que compõe a “Frente Parlamentar Mista pelo Respeito à Cidadania LGBTI+” aos parlamentares que ainda não assinaram a carta e e que se mostram favoráveis à efetivação da garantia dos direitos humanos da população LGBTI+.

O movimento foi recebido pelos presidente da Câmara dos Deputados, presidente do Senado e vinte e seis parlamentares multipartidários que se comprometeram a continuar apoiando o movimento.

Outros destaques  importantes foram:

  • “Programa ‘cumpram-se’ as decisões do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a população LGBTI+” encaminhando e cobrando os casos aos  órgãos competentes (como STF e Ministérios Públicos),
  • “Central Nacional de Denúncias LGBTI+” que trata de situações de discriminação, violência ou violação de direitos contra pessoas LGBTI+ (acesse a Central aqui) e a presença de agências da ONU / UNAIDS Brasil, que expuseram os projetos que estão executando que abrangem a população LGBTI+. 

SINESP realizou importante Live de fortalecimento da Diversidade

Toni Reis, Diretor Presidente da Aliança Nacional LGBTI+ e parceiro do SINESP em Brasília, participou da Live “LGBTFOBIA NO AMBIENTE ESCOLAR", promovida pelo SINESP Diálogos, mediada pelo Dirigente Getúlio Soares.

>>> Clique para rever o SINESP Diálogos “LGBTFOBIA NO AMBIENTE ESCOLAR", com Toni Reis

Adicionar comentário


0
0
0
s2sdefault