Imagem: Instituto Mosap

O SINESP participou, no dia 17 de junho, do Encontro Estadual do Mosap em São Paulo, no auditório da Associação dos Auditores Fiscais da Receita Federal de São Paulo (Afresp). O evento faz parte de uma grande campanha pela aprovação da PEC 06/2024 (PEC Social), que atualiza e PEC 555/06 e determina a revogação do confisco previdenciário de 14% dos servidores públicos aposentados e pensionistas.

A presidente Norma Lúcia Andrade dos Santos representou o SINESP no evento que reuniu servidores públicos aposentados, entidades que representam a categoria e legisladores empenhados na aprovação do texto — entre eles o autor do projeto, o deputado Cleber Verde (MDB-MA) — os deputados federais Professora Luciene Cavalcante (PSOL-SP) e Vicentinho (PT-SP), o deputado estadual Carlos Gianazzi (PSOL-SP) e o Vereador Celso Gianazzi (PSOL-SP).

Em seu discurso, a presidente do SINESP reforçou a necessidade de revogação do confisco de 14%, enfatizando que esse dinheiro é subtraído dos servidores públicos aposentados em um momento da vida em que eles mais têm gastos, sobretudo com saúde. Norma lembrou que o confisco é uma injustiça contra quem já contribuiu com impostos durante toda a vida profissional e colocou o SINESP à disposição do Mosap para atuar no trabalho de convencimento dos deputados paulistas sobre a importância da aprovação da PEC Social.

Além das falas dos participantes, que enalteceram o trabalho incansável do Mosap nas ações em Brasília e na regionalização do debate, o grupo que compareceu à sede da Afresp discutiu estratégias locais, regionais e nacionais para conquistar apoio à PEC 06/2024.

O próximo encontro do grupo será no estado do Paraná, em Curitiba, no dia 1º de julho.

Assista à íntegra do discurso da presidente do SINESP

Luta contra o confisco previdenciário de 14%

Antes mesmo da aprovação do Sampaprev na Câmara de Vereadores de São Paulo, que decretou o confisco de 14% dos servidores municipais aposentados e pensionistas, o SINESP já lutava contra essa injustiça. Luta que só terminará quando essa medida cruel for revogada.

O Sindicato tem participado de mobilizações em diversas frentes com o intuito de garantir a aprovação da PEC Social. Com os Dirigentes Sindicais e com os Conselheiros, o SINESP tem participado de audiências públicas, em São Paulo e Brasília, visitas a gabinetes de deputados, reuniões com entidades de servidores aposentados, com líderes de bancadas, sempre buscando o apensamento da PEC Social à PEC 555/06 para que o texto possa ser pautado e votado na Câmara dos Deputados, no DF.

A mobilização de toda a categoria é fundamental para pressionar o Poder Legislativo a corrigir essa injustiça histórica.

Participe dessa luta com o SINESP: acompanhe a situação da PEC Social pelo site, pelas redes sociais e pelo canal do SINESP no WhatsApp.

Juntos seguimos mais fortes!

 

0
0
0
s2sdefault